Follow by Email

5.19.2009

NÃO SEI O QUE NEM QUERO SABER

Não sabe e não quer saber?

Tem gente que sabe
Buscando quem quer saber.

E quem quer saber
Buscando quem sabe.

Quem sabe um encontra o outro?
Outro que sabe

Não quer que ninguém saiba,
Porque se souberem
Não vão mais querer saber.

Se souberem o que ninguém sabe
Saberão porque ninguém sabe.

E os que não sabem
Ficarão sem saber.

O que se sabe
É que o que se sabe
Nem sempre é o que se deveria saber,

E o que se deveria saber
Nem sempre se sabe ao certo.

O que ninguém sabe, no entanto,
É o quanto se sabe,
E quanto se deveria saber.

Pois, realmente, o que se sabe
É o que dizia o sábio:
“Nada sei. Só sei que quanto mais sei mais sei que menos sei”.

Portanto, não sei e nem quero saber!

VOLNER AMARAL

Um comentário:

Edeilda disse...

Me gustó mucho ese texto, muy bueno…esa parte es la mejor:

"...O que ninguém sabe, no entanto,
É o quanto se sabe,
E quanto se deveria saber..."


Hoy en día con tantas informaciones, esa necesidad loca que las personas tienen, y que inducen los otros también, de saber todo al mismo tiempo, deja cualquiera enfermo, porque la primera cosa q dicen es:¡ Caramba! ¿ no lo sabes?...jeje...Y te pongas como idiota por no saberlo...jeje.. una cosa pa parar y reflejar... ¿lo cuánto debería saber? ¿Será q todo lo que sé es realmente importante ? O solo sigo una orden determinada por los medios de comunicación y por la sociedad y negligencio lo que es verdaderamente importante. Me acuerdo de una frase de Issac Newton: “ Lo que sabemos es una gota, lo que ignoramos es un océano.”
¡Qué locura!..jeje..también no sé y creo que sea mejor no saberlo…jejeje….
Su blog es maravilloso André.
Besos